sábado, 15 de outubro de 2011

Garrafa cheia


O que faz alcançarmos as nossas conquistas são as mesmas coisas que nos fazem chegar ao nosso limite. A diferença é a medida, intensidade; excesso e escassez.

Uma vez parodiando o “descaso”, outra hora revelando-se questões extinguíveis que mudam totalmente o contexto: vazio. Meio. Cheio. Inverso. Disperso. Heterogêneo.

Não há como relutar com a exatidão do estado transformador que a dualidade impõe. Ela persistirá nas nuances que dá o brilho ou o tom opaco dos dias.

É como nadar contra a correnteza, permanecer na ignorância, dispersando as energias em benefício da ineficiência.

Topando-se com a literalidade funcional da vida; arranjamos novas medidas ao que sentimos, reorganizamos a sala de nossas expectativas e liberamos o fluxo vital.

Que dose é essa? A experiência.

Em sua ausência, deixamos de ter a condução que moldaria outra realidade.
Com a sua presença, perdemos um pouco da ingenuidade e arrojamos uma postura racional e coerente, solidificando princípios que por sua vez servirão como exemplo a serem deixados.

E vou desmistificar outra obviedade: não há como aceitar sugestões como verdades; sem antes “experimentar”. Tão claro assim e ainda se vive aos cantos do engenho apático.

Um gole de cachaça, um choque de realidade, uma embriaguez do despertar...
Cada pessoa sabe onde encontrar e também perder a felicidade...
E lastimo apenas ao efeito anestésico que muitas perduram o seu estado.

Sou muito aberta nas ladeiras e ruelas do caminho...
Pois em tudo busco a alegria; jamais o desamor.
Escuto o que há dentro de mim, sinfonia, silêncio, carnaval...
O estereótipo obedece com base em tudo que realmente se é sentido. Vivido. “Experimentado”.
O meu mundo é um muro pichado de impressões, digitais e sensações. 
Quando me dei conta de que a bagagem não é material, resolvi pintar tudo de branco para que as cores ensaie em mim um novo recomeço; percepção; manejo...

Será desta forma, sempre que preciso for... 
Quer mais um gole?

Mayrles Emille

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisa personalizada